A resposta do ex-colorado Rafael Moura a Daniel Alves, que criticou adiamento de Goiás x São Paulo

Por casos de Covid-19 no elenco goiano, a partida pela primeira rodada do Brasileirão foi adiada

Os jogadores titulares do São Paulo chegaram a entrar em campo para enfrentar o Goiás neste domingo, mas, de última hora, a arbitragem informou que o jogo não ocorreria. O motivo envolve saúde. Pois, na manhã do dia da partida, 10 jogadores do time goiano testaram positivo, sendo oito deles do time titular.

Capitão e principal jogador do São Paulo, Daniel Alves fez uma dura crítica à situação via Instagram:

“Eu gostaria de dizer que é inadmissível o que aconteceu hoje, não é por irresponsabilidade que tenhamos que viver esse tipo de coisa que fomos exposto a viver hoje. Ou criamos uma consciência e somos profissionais ou é uma perda de tempo o que estamos fazendo! Se é a vida o mais importante, então o resto não tem sentido! Obrigado por nada”, escreveu.

A resposta foi dada pelo atacante do Goiás, Rafael Moura, que foi jogador do Inter entre 2012 e 2015. Ele admitiu ser um dos 10 atletas a ter contraído o vírus:

“Dani, em nome do Goiás, venho para te dar uma explicação de atleta para atleta. Infelizmente fomos pegos de surpresa com a quantidade de exames positivos, agora já sabendo que tivemos prova e contra prova. Eu fui um deles e confesso que o Goiás tem seguido à risca todos os protocolos, somos testados toda semana, usamos máscaras nas dependências do clube, seguimos a cartilha fazendo o trajeto casa/CT, CT/casa já uniformizados e prontos para entrar em campo, após a medição de temperatura e passagem pela cabine de desinfecção na entrada e saída. Infelizmente estamos expostos ao vírus invisível, e pode acontecer com qualquer atleta que está disposto a sair de casa e ir exercer sua profissão.

Talvez um de nós infectados transmitiu aos demais, entre um teste e outro. Coisa para se refletir a conduta dos testes ou aumentar a proximidade dos mesmos. Pedimos desculpas ao São Paulo e a todos os atletas, mas foi uma coisa que fugiu do controle mesmo com todas as medidas e protocolos seguidos à risca. Em tempo, te falo também que fomos testados na quinta-feira, o teste foi invalidado por erro de armazenagem, testamos novamente na sexta e o resultado saiu hoje às 9h40 da manhã. Tentamos a inscrição de novos atletas para vocês não perderem a “viagem”, mas nos foi negada essa opção!

Então, o bom senso foi o adiamento do jogo, pois sabendo que você é um cara vencedor e competitivo, não gostaria de enfrentar uma equipe com 2 reservas e sem goleiro no banco! O erro maior foi o tempo hábil para a realização do jogo, pois se tudo ocorre normal, nossos resultados teriam saído na sexta, dando tempo de escalar jogadores disponíveis e sendo realizada a partida! Temos muito a melhorar ainda e aprender nesse novo futebol! Desejo sorte a você e sua equipe no campeonato, logo nos encontraremos! Com certeza e muita oração, tudo vai passar bem com os 10 atletas infectados e nossos familiares”.

Em outro post, Moura citou os jogadores do Goiás contaminados. O 10° era Fábio Sanches, mas a sua contraprova deu negativo.

“Como sempre fui transparente e para que não dê margem de especulação, comunico a vocês os nomes dos infectados: Rafael Moura, Sandro, Tadeu, David Duarte, Lucão do Break, Ratinho, Keko Jefferson e Gilberto”, revelou.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies