A velha rivalidade: 8 gremistas que jamais defenderiam o Inter

O tema ganhou mais evidência na semana passada. Com um passado bonito vestindo a camisa do Inter, com quem venceu as Libertadores de 2006 e 2010, Rafael Sobis, ao Fox Sports, deixou claro que nunca “mancharia a história” jogando pelo Grêmio – mesmo já tendo recebido propostas em outros momentos da carreira.

Nomes conhecidos como Edinho e Giuliano, por exemplo, não mostraram ter o mesmo pensamento do atacante e, no decorrer das carreiras, mesmo com o sucesso tido no Beira-Rio, aceitaram jogar no tricolor.

Mas, assim como Sobis, existem gremistas que tem o mesmo pensamento do lado inverso: jamais trabalhar e defender as cores do Inter. E listamos alguns nomes abaixo:

Douglas Costa, quer voltar ao Grêmio

Com 29 anos, o meia-atacante Douglas Costa espera cumprir os dois anos restantes de contrato na Juventus e depois voltar para o tricolor. Inter, segundo ele, jamais.

“Não tem como. Eu sou gremista e minha família toda é gremista. Eu não me vejo vestindo a camisa do Inter. Como eu disse, no Brasil, eu não vestiria só a do Inter, como a de qualquer outro time. É só azul, se não eu nem volto. O dia que tiver que voltar, eu volto para o Grêmio”.

Esta entrevista foi publicada em fevereiro deste ano no Canal Pilhado.

Lucas Barrios: respeito à torcida tricolor

O centroavante esteve na Arena somente em um ano. Mas viveu tantas emoções como na conquista da Libertadores que, garante, nem quis ouvir a proposta feita pelo Inter logo no ano seguinte de 2018.

“Sim, quando saí ligaram (do Inter) para o meu empresário. Mas falei para ele que sou um cara de palavra. Quando estava no Chile e saí do Colo Colo, a Universidad de Chile também me ligou. Nunca aceitei. E tampouco aceitaria jogar no Inter, porque respeito a minha historia no Grêmio. Sempre vou ser agradecido ao Grêmio por tudo que fez por mim e pelo carinho que a torcida demonstra por mim. Nunca faria doer o coração da torcida”, admitiu à Rádio Gaúcha.

Renato Portaluppi há anos não pensa no Inter

Esse nem precisaria ser citado, de tão óbvio que é. Mas a curiosidade é que essa declaração resgatada abaixo é antiga, de quando ele nem tinha treinado o Grêmio pela primeira vez em 2010:

“Em respeito por tudo aquilo que eu fiz e por ser gremista, eu nunca joguei no Internacional e jamais vou treinar o Internacional”.

Relembre a matéria postada pelo antigo ClicRBS.

Walace, campeão da Copa do Brasil de 2016

No RS, o volante Walace, atual jogador da Udinese, da Itália, só veste azul. E reconheceu que tem muita vontade de voltar ao tricolor em live no Instagram no início de abril com o jornalista Cesar Fabris:

“Vontade de voltar não me falta. O clube que me revelou, que tenho amigos e que está no meu coração. O clube que eu amo é o Grêmio. Me deu a oportunidade de ser profissional e realizar o meu sonho. Investiu em mim em termos de base e eu só tenho a agradecer. Sou muito grato pelo que fizeram por mim. Sempre que eu entrei em campo com a camisa gremista foi pra representar muito bem”, comentou.

Luan: Inter? Que nada

Identificado com o Grêmio, Luan não tem dúvidas sobre qual time nunca jogaria: o Inter, rival histórico do tricolor. O ex-camisa 7 gremista deu a declaração em entrevista ao canal Desimpedidos, do YouTube, em 2018. Atualmente, ele defende o Corinthians.

“Acho que o Inter só (não jogaria). Pela identidade que eu tenho aqui no Grêmio, pelo carinho… Sei da rivalidade. Eu não seria eu fazendo isso com a nossa torcida. Então para mim seria o único time que não jogaria”, disse na ocasião.

Maicon e o desejo de se aposentar no tricolor

Poucos vivem de forma tão intensa a atual rivalidade Gre-Nal como o volante Maicon. A cada entrevista, ele reforça o desejo de encerrar a carreira no Grêmio, com quem tem contrato até o fim do ano que vem. Em março, completou cinco anos de tricolor e deu essa declaração:

“Sou muito grato ao clube, à direção, ao grupo de jogadores e comissão técnica. Aqui conquistei muitos títulos e quero conquistar ainda mais. Eu e minha família gostamos da cidade, do acolhimento das pessoas e o carinho que os gaúchos têm com a gente. Sou muito grato e quero retribuir ainda mais todo esse apoio que recebo”.

O amor de Wendell pelo tricolor

Quem ama um não vai defender jamais o outro, certo? É o caso do lateral-esquerdo Wendell, atual jogador do Bayer Leverkusen, da Alemanha, que assim se despediu do time azul há seis anos:

“Vou voltar mais para frente, tenho certeza. Meu amor pelo Grêmio vai continuar por muito tempo. Fico triste em sair sem título, mas acho que o trabalho foi bem feito”.

Lucas Leiva ainda sonha vestir azul e mantém carinho pelos gremistas

Em 2017, a direção gremista buscava um novo volante e chegou a fazer contato com o staff de Lucas, mas os altos valores atrapalharam as conversas. O volante, então, deixou o Liverpool e fechou com a Lazio. Com 33 anos, ainda pensa em vestir as cores do tricolor.

“Minha ideia, sempre falei que gostaria realmente de um dia voltar ao Grêmio. Nunca escondi isso, mas acredito que depois de um período de carreira você acaba não fazendo muitos planos lá na frente. Minha ideia é voltar, mas não consigo dizer quando, porque seria até injusto com a Lazio nesse momento. Minha vontade continua e espero que aconteça um dia”, disse recentemente ao Esporte Interativo.

Enquete

Você é favorável ao retorno dos jogos de futebol?

  • Somente a partir de junho, com portões fechados (38%, 2.402 Votos)
  • Não há condições de ter futebol em 2020 (26%, 1.667 Votos)
  • Sim, imediatamente, mas com portões fechados (24%, 1.493 Votos)
  • Sim, imediatamente (12%, 776 Votos)

Total de Participantes:: 6.338

Carregando ... Carregando ...

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...