“Acho que 80% do Brasil diria que o Inter foi merecedor”, diz Ediglê sobre Libertadores de 2006

Foto: Divulgação
0

A semana ficou marcada pela declaração do ex-são-paulino Souza, que, à Rádio Bandeirantes, avaliou que o time do Morumbi jogou melhor que o Inter na decisão da Libertadores de 2006, tornando “injusto” o resultado. Ouvimos o ex-zagueiro Ediglê, integrante do vitorioso elenco colorado entre 2005 e 2007.

Zona Mista: Há o que questionar do Inter de 2006? Mesmo na final diante do São Paulo?

Ediglê: Não tem muito o que contestar sobre 2006. Sobre a qualidade do Inter, pelo que o Inter apresentou na Libertadores e o que fez em termos de Mundial também. Foi um ano que a gente pode dizer que o Inter foi o clube do momento. Por pouco não conseguimos o que seria inédito, que seria quatro títulos em um ano, já que fomos vice do Gauchão – e na época o regulamento prejudicou, porque foram dois empates – e também vice do Brasileiro.

ZM: O Gauchão acabou escapando para o Grêmio.

E: Fomos um pouco prejudicados pelo regulamento do campeonato naquela época. Fizemos uma grande campanha e fomos a melhor equipe disparada na primeira fase. Ganhamos a vantagem de jogar em casa a final, mas existia a questão do gol fora de casa. Empatamos em 0x0 contra o Grêmio no jogo de ida no Olímpico e depois o 1×1 no Beira-Rio nos tirou o título. Foram dois empates.

ZM: E o Brasileirão de 2006? O Inter chegou a incomodar o São Paulo…

E: Sobre o Brasileiro, podemos dizer sim que o São Paulo foi o melhor time daquele campeonato. Realmente, foi o campeão e não tem como argumentar em cima disso, com um grande trabalho feito pelo Muricy. Mas, mais uma vez, fomos vice do Brasileirão mostrando que estávamos focando em todas as competições. Tínhamos o melhor elenco junto com o São Paulo. E em 2005 também fomos vice dentro daquela polêmica contra o Corinthians, mas depois de 13 anos botamos o clube de novo na Libertadores, que era um desejo do clube e do presidente da época, o Fernando Carvalho.

ZM: Fale mais das duas finais de 2006. O 2×1 lá no Morumbi e o 2×2 no Beira-Rio.

E: Na casa do São Paulo, lá no Morumbi, fizemos um jogo em que tivemos o domínio no esquema forte montado pelo Abel, com aquela saída rápida no ataque com o Rafael Sobis, que fez aqueles dois gols. Eles perderam o Josué expulso por cotovelada e a gente ampliou o domínio fazendo os gols. O Fabinho também foi expulso do nosso lado, deixando 10 contra 10, mostrando que o nosso poder sempre foi forte, mesmo em igualdade de jogadores. Ganhamos na casa deles, não tem argumentos. O Inter foi melhor na casa do adversário, abrilhantado ainda mais a campanha toda que fez. Na segunda partida, tínhamos a vantagem, fizemos um gol com o Fernandão, deu tranquilidade. Depois do segundo gol, ainda perdemos o Tinga por expulsão e jogamos outra vez com um a menos. Não tem como falar que o São Paulo foi melhor em 2006. Talvez no Brasileiro, ali foram os melhores.

ZM: O Souza apenas puxou para o lado dele?

E: Nada contra o Souza, é um amigo, ele é são-paulino, vai puxar pro lado dele. Mas contra fatos não há argumentos. Acho que 80% do Brasil diria que o Inter foi merecedor do título e foi o clube do momento em 2006.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies