Aos risos, Douglas e Edilson contam como surgiu a história das comemorações na banheira

Amigos inseparáveis, os dois jogadores fizeram parte de títulos recentes com o Grêmio

Virou marca registrada: a cada título do Grêmio, lá estavam Douglas e Edilson na banheira no vestiário bebendo e celebrando. E, de forma natural, tudo começou após o Gauchão da temporada de 2010, conforme relembrou a dupla em live realizada neste sábado.

Ao lado do cantor sertanejo Joel Carlo, os dois ex-jogadores gremistas participaram da transmissão ao vivo e explicaram como surgiu a divertida forma de comemorar os títulos pelo tricolor.

“Começou em 2010, quando ganhamos o Gauchão no Olímpico. Deveria estar um calor de 40 graus em Porto Alegre. A gente entrou no vestiário e tinha aquela baita banheira cheia de cerveja. Eu nem vi o Edilson e me atirei. Ele veio também. Tanto é que a gente nem viu quem tirou a foto. Até hoje não sei”, recordou Douglas.

“O detalhe é que a banheira já estava pronta lá nos esperando. Já sabiam que a gente ia ganhar. Alguém já sabia que o título era do Grêmio”, gargalhou Edilson.

Após a Copa do Brasil de 2016, ambos combinaram de repetir o gesto e, evidentemente, viralizaram na web:

“Aí depois teve a Copa do Brasil em 2016, na Arena, uma outra banheira. Tudo combinado pra fazer. Aí teve a Libertadores depois e foi no embalo”, concluiu o camisa 10.

Douglas e Edilson tomaram caminhos diferentes nos últimos anos. O primeiro jogou no Avaí em 2019 e acertou com o Brasiliense antes da pandemia do coronavírus. Já o lateral-direito deixou recentemente o Cruzeiro e está livre no mercado.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies