Aránguiz quebra o silêncio após renovação e ironiza: “Faltou falarem que eu jogaria em Marte”

Objeto de desejo da torcida e da direção do Inter, que o apresentou uma proposta de pré-contrato em janeiro, o volante chileno Charles Aránguiz quebrou o silêncio nesta semana após renovar oficialmente com o Bayer Leverkusen, da Alemanha, até a temporada de 2023.

Em entrevista ao portal chileno RedGol, ele ironizou a quantidade de vezes que o seu nome foi apontado em outros clubes durante esse primeiro semestre:

“Faltou dizerem que eu jogaria em Marte. Ninguém conversou comigo e tudo o que foi colocado como rumor era falso. Se uma equipe grande tivesse o desejo de contar comigo, vem, não especula muito e te contrata. Sobretudo porque eu ficaria livre. O melhor foi eu ficar em Leverkusen”, decretou.

Aránguiz revelou ter pensado em deixar a Alemanha ainda em 2015, poucos meses depois de chegar ao Leverkusen, quando teve uma grave lesão no tendão de aquiles. Mas o apoio dos alemães foi vital para a sua permanência:

“Quando voltei da lesão joguei dois meses. Fui para a Copa América Centenário e, quando voltei para a Alemanha, não sei se por causa da pressão ou querer demonstrar rapidamente a confiança que depositaram em mim, me custou muito. Nos primeiros seis meses me sentia tão mal que disse a Jonas Boldt, que era o gerente esportivo e que espero que volte algum dia, que queria ir embora. Queria voltar a me sentir bem futebolisticamente. Não me sentia bem e não estava rendendo como esperavam aqui no clube. Pensei muitas vezes em ir para o Chile”, afirmou, antes de concluir:

“E o que aconteceu? O clube seguiu me apoiando e me dando confiança. Me disseram que não me preocupasse e não me apressasse. É muito bom escutar isso, mas sentia essa dívida. Assim que resolvi ficar, segui trabalhando e, depois desse período, encontrei meu jogo e fisicamente fui me sentindo melhor”, completou o meio-campista de 31 anos.

Entre 2014 e 2015, no Inter, o chileno se destacou com assistências, gols e boas atuações, especialmente no bicampeonato gaúcho e na campanha semifinalista da Libertadores de 2015.

Enquete

Você é favorável ao retorno dos jogos de futebol?

  • Somente a partir de junho, com portões fechados (38%, 2.402 Votos)
  • Não há condições de ter futebol em 2020 (26%, 1.667 Votos)
  • Sim, imediatamente, mas com portões fechados (24%, 1.493 Votos)
  • Sim, imediatamente (12%, 776 Votos)

Total de Participantes:: 6.338

Carregando ... Carregando ...

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...