Comentarista da ESPN Brasil reclama da postura de Renato: “Chororô”

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Após a vitória do Grêmio por 2×1 sobre o CSA na quinta-feira, na Arena, pelo Brasileirão, o técnico Renato Portaluppi voltou a falar que o Flamengo, líder com sobras do campeonato, tem a obrigação de ser campeão. O motivo, segundo ele, é o forte investimento que beira os 200 milhões de reais no ano.

O comentário desagradou o comentarista da ESPN Brasil, Mauro Cezar Pereira, que, no Twitter, viu um certo “chororô” do comandante gremista.

“Renato foi procurado pelas duas chapas que concorriam às eleições no Flamengo. Preferiu o Grêmio. Direito dele, claro. Mas precisa parar de chororô depois dos 5 a 0 no lombo. Em 2007 e 2008 ele treinava o time mais caro do país, o Fluminense da Unimed. E não vivia dizendo isso”, escreveu Mauro antes de terminar:

“Podemos também lembrar a Renato “Gaúcho” Portaluppi que o Athletico-PR, algoz de sua equipe na Copa do Brasil, investiu bem menos que o Grêmio em seu elenco para 2019″, finalizou.

Para Renato, razões financeiras fazem Flamengo e também o Palmeiras terem a obrigação de serem campeões.

Enquete

Você é favorável ao retorno dos jogos de futebol?

  • Somente a partir de junho, com portões fechados (38%, 2.402 Votos)
  • Não há condições de ter futebol em 2020 (26%, 1.667 Votos)
  • Sim, imediatamente, mas com portões fechados (24%, 1.493 Votos)
  • Sim, imediatamente (12%, 776 Votos)

Total de Participantes:: 6.338

Carregando ... Carregando ...

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...

Este site Web utiliza cookies, incluindo cookies de terceiros e web beacons para melhorar a sua experiência online, permitindo-nos adaptar os nossos conteúdos para si com base nos seus interesses e nos seus hábitos de navegação. Ao continuar a utilizar o nosso site Web, você aceita a utilização de cookies e de web beacons pela nossa parte. Para obter informações sobre os cookies que utilizamos, para obter mais detalhes sobre como processamos os seus dados pessoais e para obter informações sobre como pode retirar o seu consentimento (que poderá fazer em qualquer momento), clique em ler nossas políticas Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies