Coudet admite que versão “super sincera” já rendeu puxão de orelhas da direção do Inter

Treinador reforçou, em sua última coletiva de imprensa, que costuma falar o que pensa sem filtros

A versão “super sincera” do técnico Eduardo Coudet, vista em suas últimas coletivas de imprensa, obrigou a direção colorada a fazer um “puxão de orelhas”. A revelação foi feita pelo próprio treinador na sua última entrevista, quarta, após a vitória de 2×0 diante da equipe do Aimoré pelo Gauchão.

No jogo anterior contra o Esportivo, rival da semi do returno, o argentino fez duríssimas críticas aos gramados do interior gaúcho e chegou a dizer que “se tiver que treinar sempre a equipe para jogar nesses campos, é melhor o Inter contratar outro treinador”. A fala, claro, repercutiu bastante.

“Falo o que sinto, nem sempre o que querem escutar. Às vezes, me traz alguns problemas, o clube me puxa as orelhas, pois a verdade é que são os dirigentes que mandam. Mas sou assim, falo o que sinto, mesmo que me traga consequências”, comentou Coudet na quarta-feira.

Com o executivo de futebol Rodrigo Caetano e o vice de futebol Alessandro Barcellos, as conversas de Eduardo Coudet são diárias. Em pauta, planejamento, treinos, logística de jogos e possíveis contratações. Mesmo na Argentina, durante a quarentena, Coudet falava quase que diariamente por telefone com Caetano.

Chacho também demonstrou o seu lado sincero antes mesmo da parada. Após uma vitória de 2×0 sobre o Brasil de Pelotas, no Beira-Rio, surpreendeu e reclamou das condições do gramado, mesmo sem ter sido perguntado sobre o campo.

No domingo, novamente no Beira-Rio, o Inter de Eduardo Coudet enfrenta o Esportivo, 16h, buscando uma vaga na final do returno do Gauchão.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Top 2

1 De 14
Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies