Coudet explica opção de D’Alessandro como reserva e apenas uma substituição feita

Pela primeira vez, Andrés D’Alessandro sentou no banco de reservas com o técnico Eduardo Coudet. A opção foi adotada nesta quarta-feira no empate em 0x0 diante do Tolima, em partida na Colômbia, válida pela ida da terceira fase da pré-Libertadores, a última antes do início da fase de grupos.

Coudet lançou Marcos Guilherme desde o princípio ao lado de Guerrero e D’Alessandro, no lugar do próprio velocista, foi a única substituição feita no segundo tempo.

“Andrés participou do jogo de sábado em que jogamos com um homem a menos durante bastante tempo e também tem 38 anos. Queríamos um pouco mais de profundidade no ataque, por isso o Marcos”, destacou.

Na reta final da coletiva, o treinador foi perguntado pelo repórter Eduardo Deconto, do Globoesporte.com, sobre o porquê de ter feito só uma troca. Ambos dialogaram em meio à resposta:

“Mas você acha que foi um mau resultado? Quem você trocaria? Pottker no lugar do Lindoso? Creio que não é um resultado ruim como visitante. Pelo campo, pelo cansaço da viagem, altitude. Diante de um rival difícil. Fizemos uma partida correta e podemos definir em casa”.

O duelo de volta, no Beira-Rio, será na quarta-feira que vem.

Enquete

Se o Gauchão se encerrar antes do prazo, quem deve ser o campeão?

  • Caxias, por ser o campeão do 1º turno (48%, 7.664 Votos)
  • Jogo único entre Inter x Caxias (Quando futebol voltar ao normal) (23%, 3.699 Votos)
  • Ninguém, a edição de 2020 fica sem campeão (20%, 3.242 Votos)
  • Inter, por ter maior pontuação (8%, 1.233 Votos)

Total de Participantes:: 15.838

Carregando ... Carregando ...

Siga-nos

Comentários
Loading...