Cuesta diz que Inter “quer muito” vencer o Grêmio e revela papo com Kannemann após entrada dura

Zagueiro argentino coloca, antes de tudo, o foco na semifinal diante da equipe do Esportivo

Antes de qualquer coisa, o Esportivo pela frente. Esse é o foco do Inter e do seu capitão, Víctor Cuesta, de olho na semifinal do Gauchão no próximo domingo, 16h, no Beira-Rio, contra o surpreendente time de Bento Gonçalves. E depois, quem sabe, pensar em um novo clássico Gre-Nal.

O jejum de oito clássicos sem vitória foi pauta da coletiva virtual do zagueiro nesta sexta-feira. Embora tenha pregado o foco na semi, ele admitiu o desejo de vitória sobre o Grêmio:

“A gente sabe que faz 8 Gre-Nais que não ganhamos, queremos muito vencer. Em alguns deles fizemos bons jogos, mas não conseguimos a vitória. Mas primeiro tem uma semifinal contra uma grande equipe, e temos que pensar nela agora. Depois vamos pensar na final que pode ser Gre-Nal”, comentou.

Pendurado, Cuesta redobrará a atenção contra o Esportivo para evitar uma suspensão. Na volta do futebol no Gre-Nal de Caxias do Sul, no Centenário, ele levou amarelo após uma entrada dura em Kannemann. Ambos conversaram, e o colorado pediu desculpas.

“Infelizmente, estou pendurado. O primeiro jogo foi por falta de ritmo, cheguei tarde no Kannemann, pedi desculpas para ele, poderia ter machucado. Mas foi sem querer. E o segundo aqui, tive que cortar a jogada. Ficariam mano a mano com Lomba. Tive que ganhar o cartão. Mas não vou me poupar, vou jogar no limite, como faço sempre. E me preparar para não tomar cartão também”, acrescentou.

Também no domingo, o Grêmio tenta confirmar a vaga na final enfrentando o Novo Hamburgo, na Arena, às 19h.

Leia outras aspas da coletiva de Cuesta:

“Temos que colocar em prática tudo que treinamos com a liberação do Beira-Rio”
.
“Tentei dar a braçadeira para o D’Ale. Ele disse que não. Foi uma atitude grande dele. A gente sabe o que o D’Ale significa pra nos. Ele ajuda muito”
.
“Tentamos falar com os jovens. Vamos precisar de todos. Coudet vai escolher, mas vai dar chance para todo mundo. Serão muitos jogos”
.
“Somos muito fortes jogando em casa. Ou em algum campo bom. Isso foi notório no outro jogo. O jogo fluiu. Esperando poder jogar no Beira-Rio”

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Top 2

1 De 14
Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies