Desembarcou, tomou mate e foi embora: Kayke detalha o curioso desacerto com o Grêmio

Em busca de um centroavante para a temporada de 2017, o Grêmio chegou a se acertar com Kayke, que até ganhou um chimarrão de um torcedor ao desembarcar no Aeroporto Salgado Filho. Mas, de última hora, um desacerto no contrato impediu a sua apresentação oficial e ele foi jogar no Santos.

Hoje no Qatar SC, o atacante de 32 anos não ficou no tricolor pela existência de uma cláusula de compra junto ao Yokohama Marinos (JAP). Caso o clube quisesse a sua permanência após o contrato de empréstimo, o salário teria que ser reajustado.

“Eu vou ser bem sincero. Na época, evitei falar sobre isso para não criar um problema ainda maior. Não da minha parte, até porque dois dias depois eu estava me apresentando no Santos e ficou claro que não foi nada da parte médica. Eu nem dei entrevista ou explicação porque não tinha muito o que explicar. Foi uma situação interna, contratual”, disse ao site GaúchaZH, antes de acrescentar:

“Eu estava muito feliz, muito contente de acertar com o Grêmio naquele momento. Quando cheguei ao aeroporto, até dei uma entrevista dizendo que estava muito feliz, mas que ainda não estava tudo certo. Já cheguei com a minha mala preparada para ficar”.

Atacante revela frustração, mas alegria por ter sido lembrado por Renato

Kayke, que tem passagens por clubes como Bahia, Goiás, Flamengo e Fluminense, revelou que as conversas com o Grêmio já eram longas, de cerca de um mês.

“Estávamos conversando há um mês, não era uma coisa de dois dias. Infelizmente, uma cláusula contratual acabou criando um empecilho e não houve acordo. Já tinha até tirado foto com a camisa, feito todos os exames, estava realmente tudo pronto. Foi uma grande frustração, fiquei chateado porque queria ter ficado. Mas tive que seguir o meu caminho”

“O clube bateu o pé em uma ou outra situação que estava combinada, que não era do nosso acordo. Eu não ia trocar na hora, mudar o meu pensamento, porque forçaram a barra. O que aconteceu foi isso. O contrato estava pronto, e na hora tentaram mudar uma ou outra situação, e infelizmente a coisa não aconteceu. Mas isso é passado. O carinho pelo Grêmio continua, a instituição é grandiosa. Eu fiquei muito feliz pelo Renato ter pedido a minha contratação”, concluiu.

Sem Kayke, o Grêmio buscou Jael e depois Lucas Barrios para a temporada do tri da Libertadores.

Enquete

Você é favorável ao retorno dos jogos de futebol?

  • Somente a partir de junho, com portões fechados (38%, 2.402 Votos)
  • Não há condições de ter futebol em 2020 (26%, 1.667 Votos)
  • Sim, imediatamente, mas com portões fechados (24%, 1.493 Votos)
  • Sim, imediatamente (12%, 776 Votos)

Total de Participantes:: 6.338

Carregando ... Carregando ...

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...