Dirigente do Flamengo detona atacante que esteve na mira do Inter: “Vai tomar no c…”

Durante participação em live no canal Paparazzo Rubro-Negro, no YouTube, o vice-presidente de relações externas do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, o BAP, subiu o tom e chegou a mencionar palavrões ao relembrar polêmicas recentes do argentino Lucas Pratto com o clube carioca.

Em 2018, quando o Fla também enfrentou o River na Libertadores, Pratto lembrou que o Engenhão, onde havia sido o jogo, era a casa do Botafogo e que o rubro-negro não tinha tanta “pegada”. A resposta do dirigente veio quente, até porque o centroavante perdeu a bola para um dos gols do time brasileiro na final do torneio continental de 2019.

“Me lembro da declaração do Pratto: ‘Eles não têm pegada, são gentis, eu caí e o Diego me levantou. Não têm pegada de Libertadores’. Eu falei, vou contratar um cara para dar um tiro nesse filho da p…, mas talvez eu acabe na cadeia. Talvez eu trabalhe duro e mude a vergonha na cara de quem está no Flamengo, contratar cara que fica p… de perder par ou ímpar. Hoje tem alinhamento entre diretoria e elenco. Aí dá certo e a gente dá sorte”, ironizou BAP.

“O Diego foi ser gentil, ele disse que o Diego era b…, que não podia ganhar a Libertadores. Vai tomar no c…, Lucas Pratto, desculpa o meu francês”, finalizou.

Pratto esteve na mira do Inter

Buscando um outro atacante no início do ano para atuar ao lado de Paolo Guerrero, o Inter chegou a sondar a situação de Pratto. Mas a alta pedida financeira do River inviabilizou qualquer negócio.

“O Internacional, na busca por esse atacante (Pratto), fez sondagens sim, já faz algum tempo e, infelizmente, naquele momento a situação exigida pelo River estava fora dos nossos padrões, das nossas condições. Para nós, é uma situação de passado, não estou dizendo que seja definitivo porque no futebol tudo muda, mas é o que posso afirmar a respeito”, falou o executivo Rodrigo Caetano, ao Fox Sports, em fevereiro.

“A nossa busca por um atacante se assemelha muito com essas características do Pratto e de outros atacantes que tenham a capacidade de jogar ao lado de um outro centroavante, mas essa possibilidade não avançou porque as condições exigidas pelo River, naquele momento, fora das nossas condições”, completou.

Sem Pratto, a direção colorada buscou Gustagol, que estava no Corinthians.

Comentários
Loading...

Este site Web utiliza cookies, incluindo cookies de terceiros e web beacons para melhorar a sua experiência online, permitindo-nos adaptar os nossos conteúdos para si com base nos seus interesses e nos seus hábitos de navegação. Ao continuar a utilizar o nosso site Web, você aceita a utilização de cookies e de web beacons pela nossa parte. Para obter informações sobre os cookies que utilizamos, para obter mais detalhes sobre como processamos os seus dados pessoais e para obter informações sobre como pode retirar o seu consentimento (que poderá fazer em qualquer momento), clique em ler nossas políticas Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies