Dourado se emociona no retorno ao gramados e desabafa: “Pensei que não conseguiria mais voltar”

Volante retornou no segundo tempo da vitória de 5x3 fora de casa sobre o Sport Recife

A longa espera de Rodrigo Dourado chegou ao fim nesta quarta-feira e não poderia ter sido melhor. Depois de mais de um ano afastado dos gramados por lesão no joelho esquerdo – sua última partida havia sido em julho de 2019 -, o volante entrou no segundo tempo da vitória do Inter por 5×3 sobre o Sport fora de casa e, claro, se emocionou pelo momento.

VEJA MAIS – Os gols de Sport 3×5 Internacional

No final do confronto no Recife, o jogador foi entrevistado pela reportagem da TV Globo e admitiu que, em determinado momento da recuperação, pensou que não conseguiria mais voltar a jogar futebol.

“Muito feliz. Só eu sei e as pessoas próximas sabem o que eu sofri. Passou muita coisa na cabeça. Pensei que não conseguiria mais voltar. Feliz demais. Agradecer a todos que me ajudaram a retomar a carreira. A estar aqui. Agradeço ao grupo, que sempre me apoiou e acolheu. É isso. Tenho uma sina com o Sport. Quando fiquei sabendo, primeira coisa que pensei foi isso. E o resultado foi muito importante pro campeonato. Agradeço a Deus, sem ele não estaria aqui”, declarou.

A curiosidade envolvendo o Sport é que foi contra o clube do Recife, em 2012, a sua estreia no profissional do Inter. Depois, em 2015, também no Beira-Rio e contra o mesmo adversário, fez o primeiro gol pelo colorado.

Dourado, agora, passa a ser mais uma opção para o técnico Eduardo Coudet já para domingo, 18h15, diante do Vasco, no Beira-Rio. O Inter, com 31 pontos, está no 2° lugar do Brasileirão.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies