Edinho não se arrepende de ter jogado no Grêmio e diz que chorou “muito” ao pedir perdão aos colorados

Após desabafar à Rádio Gre-Nal no último final de semana, quando se mostrou arrependido por algumas declarações dadas contra o Inter no período que estava no Grêmio, o volante Edinho voltou a se manifestar publicamente nesta terça-feira e descartou qualquer arrependido por, em 2014, ter ido ao tricolor.

“Não me arrependo de nada. Agradeço a Deus pelas oportunidades que eu tive em todos os clubes. É uma situação complicada por ir jogar no rival, mas faz parte, outros jogadores também fizeram isso”, disse em live no Instagram com o portal Lance!.

Por outro lado, ele voltou pedir perdão aos colorados por ter dito, em 2015, que o 5×0 do tricolor no Inter pelo Brasileirão era o “maior título da minha carreira”. E voltou a criticar o jornal Zero Hora pela forma como repercutiu a entrevista na época:

“Fui infeliz numa colocação, já pedi perdão. Fiquei 6 meses afastado no Grêmio. Me perdi na bebida, eu bebia muito, e também uma depressão complicada. Nenhum clube me queria, nunca passei por aquilo. Aí eu retornei com o Roger, ganhamos de 5×0 do Inter e teve essa matéria. Mas a matéria foi levada para um lado errado. Eu começo a falar da depressão, de ter sido afastado. No final eu falo que trocaria tudo por aquele jogo, mas foi um erro grave. Eu chorei muito quando dei essa entrevista agora (à Rádio Gre-Nal), estava engasgado dentro de mim. O Inter me abraçou de forma inexplicável, então, se eu pudesse, eu voltaria atrás. Sei que falei coisa grave e que tem muita gente chateada ainda. Eu errei. Sou um cara falho. Mas mudei de vida. Até hoje eu erro. Eu tento me esforçar pra melhorar. Se eu pudesse voltar atrás, eu voltaria. Mas tenho que dar os parabéns pro cara da matéria, ele conseguiu o que queria. Eu fui inocente demais. Mas vou estar sempre torcendo pelo Inter”, declarou.

Depois de ganhar títulos importantes pelo Internacional, Edinho atuou no Lecce, da Itália, Palmeiras e Fluminense até chegar no Grêmio em 2014. No segundo semestre deste mesmo ano, foi afastado sob comando de Felipão. Voltou a jogar apenas no ano seguinte com a chegada de Roger Machado. E ficou até 2016, quando foi para o Coritiba.

Enquete

Você é favorável ao retorno dos jogos de futebol?

  • Somente a partir de junho, com portões fechados (38%, 2.402 Votos)
  • Não há condições de ter futebol em 2020 (26%, 1.667 Votos)
  • Sim, imediatamente, mas com portões fechados (24%, 1.493 Votos)
  • Sim, imediatamente (12%, 776 Votos)

Total de Participantes:: 6.338

Carregando ... Carregando ...

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Loading...