Entenda os detalhes do contrato de Robinho e os jogos que faltam para a renovação automática

Meia gremista tem perdido espaço no time treinado por Renato Portaluppi neste momento do ano

Contratado pelo Grêmio até o final da temporada e bastante criticado pela torcida tricolor, Robinho não tem permanência assegurada em 2021, embora detalhes do contrato apontem para uma renovação automática mediante participação em metade dos jogos do clube no ano desde a sua chegada.

Mas, de acordo com o site GaúchaZH, há diferenças em relação ao contrato feito com Thiago Neves, que tinha cláusula de renovação em participação como relacionado em determinado número de partidas, sem a necessidade de estar dentro de campo, bastando ser reserva.

Assim, Robinho, para renovar, precisa estar em pelo menos 50% das partidas oficiais desde que chegou ao clube. Ele fez a estreia em 26 de agosto, pela partida de ida da final do Gauchão, diante do Caxias, na serra.

De lá para cá, o meia fez 15 jogos com a camisa gremista dentro dos 26 realizados, estando acima do percentual de 50% exigido em contrato para renovar. Mas não vem jogando no momento. Contra o Ceará, a alegação foi por questão física. E, na Copa do Brasil, ele já atuou pelo Cruzeiro.

Descontando os possíveis jogos de posteriores classficações nas Copas, o Grêmio tem mais 21 partidas previstas até o fim da temporada. No atual cálculo, Robinho renova o contrato entrando em mais sete jogos.

Veja (após a publicidade) grupos de WhatsApp para participar.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies