Esporro e “ameaça” aos titulares marcaram o intervalo do Grêmio contra o CSA

Um Grêmio em ritmo lento, trotando, parecendo estar sem foco irritou profundamente o técnico Renato Portaluppi durante a vitória de 2×1 sobre o CSA, nesta quinta-feira, na Arena, pelo Brasileirão. Em sua coletiva de imprensa, o treinador admitiu ter dado um “esporro” nos jogadores pela má exibição.

Além disso, ele revelou que durante o intervalo “ameaçou” substituir com “dois ou três minutos” aqueles jogadores titulares que não estivessem correndo em campo.

“O grupo já recebeu o esporro. Antes, durante e depois do jogo. Quando eles baixam a cabeça, sabem do que eu estou falando. Não são todos. Eles sabem que não teve a entrega total, que teve o erro”, disse, antes de acrescentar:

“Pelo caminho de hoje, temos grandes chances de sair do G-4. A minha parte eu faço. Mas o meu grupo é inteligente. Eles sabem que hoje, não todos, mas muitos não tiveram a entrega necessária. Falei no intervalo que iríamos tomar gol. E disse que, com dois ou três minutos, quem não estivesse correndo eu iria tirar do time. Eles têm consciência e sabem que não tiveram o foco necessário hoje. Especialmente o que tivemos contra o Internacional. Quase nos custou caro”.

A vitória vinda nos acréscimos com gol contra de Ronaldo Alves deixa o Grêmio em 4° com 53 pontos. No domingo, 19h, o rival é a Chapecoense, fora de casa.

Enquete:

Quem tem mais chances de terminar o campeonato dentro do G6?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
Comentários
Loading...

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies

Política de privacidade e cookies