Ex-Grêmio avalia final do Mundial contra o Real Madrid: “Com Arthur e Maicon, poderia ser outra história”

Titular do Grêmio na derrota por 1×0 na final do Mundial de Clubes da Fifa de 2017, contra o Real Madrid, o lateral-direito Edilson ainda acredita que a história poderia ter sido um pouco diferente caso o clube tivesse contado com Maicon e Arthur na esperada partida.

O primeiro se recuperava de cirurgia no tendão de aquiles e até entrou no final da partida, sem as melhores condições. Já o segundo teve uma grave lesão na final da Libertadores contra o Lanús e o tornozelo ainda estava fora do nível ideal.

“Acredito que se tivéssemos o Maicon ou o Arthur, teríamos chances de enfrentar mais de igual para igual. Tínhamos Jailson e Michel, que eram de características parecidas, mais defensivas”, colocou à Rádio Gre-Nal.

A vitória merengue acabou sendo por placar magro. Cristiano Ronaldo aproveitou falha da barreira e fez de falta o gol da conquista. Esta foi a última partida de Edilson pelo Grêmio, já que se acertou com o Cruzeiro no ano seguinte. Aos 33 anos, ele está livre no mercado.

Mais notícias

Comentários
Loading...

Este site Web utiliza cookies, incluindo cookies de terceiros e web beacons para melhorar a sua experiência online, permitindo-nos adaptar os nossos conteúdos para si com base nos seus interesses e nos seus hábitos de navegação. Ao continuar a utilizar o nosso site Web, você aceita a utilização de cookies e de web beacons pela nossa parte. Para obter informações sobre os cookies que utilizamos, para obter mais detalhes sobre como processamos os seus dados pessoais e para obter informações sobre como pode retirar o seu consentimento (que poderá fazer em qualquer momento), clique em ler nossas políticas Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies