Ex-zagueiro e atual dirigente do Palmeiras, Edu Dracena projeta final difícil com o Grêmio: “Sempre copeiro”

Assessor de futebol do time paulista concedeu neste final de semana entrevista à Rádio Gaúcha

A tradição do Grêmio nas competições mata-mata, principalmente na Copa do Brasil, foi ressaltada pelo ex-zagueiro e assessor de futebol do Palmeiras, Edu Dracena, em entrevista à Rádio Gaúcha neste final de semana. Ainda com datas incertas, as duas equipes farão a final do torneio e reeditarão grandes duelos da década de 90.

Mostrando máximo respeito ao tricolor gaúcho, Edu citou a fama de “copeiro” que o Grêmio carrega por onde passa:

“O Grêmio sempre é copeiro, como a gente fala. Respeito total pela equipe do Grêmio. Tem grandes jogadores do outro lado. Saiu da Libertadores, mas está na nossa frente no Campeonato Brasileiro. Teremos dois grandes jogos e estamos pensando jogo a jogo. Não estamos pensando no Grêmio ainda. Temos que pensar no River, na terça-feira, para conseguirmos o nosso primeiro objetivo, que é chegar à final da Libertadores”, declarou, antes de falar da dura sequência de jogos da equipe paulista:

“É difícil, mas a gente está visando pensar jogo a jogo. Sabemos que estamos mais perto das conquistas da Copa do Brasil e Libertadores, mas o Brasileiro te dá muitas possibilidades. Além do título, a vaga para a Libertadores. Então, o Abel vem colocando na cabeça dos atletas que não adianta priorizar uma competição e não conquistá-la. Está dando certo até agora e esperamos que dê certo até o final”.

Por fim, o ex-atleta falou sobre as dificuldades de se encontrar as melhores datas possíveis para a final com o Grêmio, mas deixou a responsabilidade no colo da CBF:

“O Palmeiras não tem o que fazer. Quem tem que quebrar a cabeça é a CBF. A gente tem alguns jogos a serem feitos. Vamos ter que jogar em uma sexta, segunda e quinta-feira para suprir os jogos que estão faltando. Mas nós almejamos estar neste momento. Se você chega na Copa do Brasil, Libertadores e Brasileiro, é porque tivemos méritos e competência. Então, é tentar, da melhor forma possível, descansar os atletas para eles fazerem o melhor dentro de campo”.

Caso o Palmeiras vença a Libertadores e vá ao Mundial:

– As finais da Copa do Brasil devem ocorrer nos dias 28 de fevereiro (domingo) e 3 de março (quarta).

Caso o Palmeiras seja derrotado na final da Libertadores:

– As finais da Copa do Brasil devem ser jogadas nos dias 11 e 17 de fevereiro, quinta e quarta, respectivamente.

Caso o Palmeiras sofra a virada do River na semi da Libertadores:

– Serão mantidas as atuais datas da final da Copa do Brasil, nos dias 3 e 10 de fevereiro (duas quartas-feiras).

Veja (após a publicidade) grupos de WhatsApp para participar.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies