Figueroa lembra desprezo do Inter com a Libertadores: “Preferiam ganhar do Grêmio”

Na avaliação do ídolo colorado Elías Figueroa, o Inter poderia ter vencido a sua primeira Libertadores bem antes do ano de 2006. O fortíssimo time da década de 70, que tinha o chileno na zaga, não dava a devida importância à competição continental. O foco, segundo ele, era o embate regional.

Tanto é que os oito títulos conquistados do zagueiro no Inter foram no país: os Gauchões de 1971, 72, 73, 74, 75 e 76, além dos Brasileiros de 75 e 76.

“Faltou acreditar que era uma Copa importante. Tínhamos time para brigar com qualquer equipe da América. Na minha época os brasileiros não achavam a Libertadores importante. Eu falava. Mas preferiam ganhar do Grêmio. Por isso não ganhamos”, lamentou o ex-atleta em entrevista ao Vozes do Gigante, do YouTube, nesta terça-feira.

Em 80, já sem Figueroa, o Inter foi vice da Libertadores diante do Peñarol. Décadas depois, venceu em 2006 e depois em 2010.

Eternizado na história do Inter, Figueroa é até hoje lembrado pelo “gol iluminado” contra o Cruzeiro na final contra o Cruzeiro, em 1975, dando o primeiro título do Brasileirão ao colorado. O seu cabeceio foi na única faixa de campo iluminada naquele instante.

 

Comentários
Loading...

Este site Web utiliza cookies, incluindo cookies de terceiros e web beacons para melhorar a sua experiência online, permitindo-nos adaptar os nossos conteúdos para si com base nos seus interesses e nos seus hábitos de navegação. Ao continuar a utilizar o nosso site Web, você aceita a utilização de cookies e de web beacons pela nossa parte. Para obter informações sobre os cookies que utilizamos, para obter mais detalhes sobre como processamos os seus dados pessoais e para obter informações sobre como pode retirar o seu consentimento (que poderá fazer em qualquer momento), clique em ler nossas políticas Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies