Galhardo nega “ameaça” ao ano do Inter e se incomoda em coletiva de imprensa após Gre-Nal

Goleador do Inter passou em branco na derrota de 1x0 diante do maior rival no Beira-Rio

Em uma coletiva marcada por respostas curtas, o meia-atacante Thiago Galhardo mostrou desconforto ao ser perguntado se o seu próprio desempenho está “abaixo” no Gre-Nais do ano e se a derrota desta quarta-feira, por 1×0, no Beira-Rio, pela Libertadores, poderia “ameaçar” o ano colorado.

“Ameaça? As pessoas querem ver o bicho pegar fogo. É lamentar até amanhã, e, no treino, já dar a volta por cima. Temos que recuperar o quanto antes e estar 100% para fazer um grande jogo e seguir na parte de cima da tabela do Brasileiro. E, depois, pensar no América de Cali”, disse, antes de colocar:

“Vou seguir trabalhando. Não para agradar ele (repórter que fez a pergunta), para agradar minha equipe. Não concordo, mas respeito. Acho que ele está tendo uma visão diferente. É fácil na hora que o resultado não sai. Ele tem a visão dele. Respeito, mas não concordo”.

Galhardo também demonstrou discordar que o problema do Inter nos Gre-Nais seja “psicológico”:

“Que lado psicológico, gente? A gente sabe que Gre-Nal é campeonato à parte. Mas nós continuamos líderes na Libertadores, estamos em 2º lugar no Brasileiro com grande campanha. Temos feito grandes jogos. Não podemos nos abalar”.

Com mais esta derrota, o Inter está a 10 clássicos sem saber o que é vencer o Grêmio. O próximo jogo será no sábado, 19h, em casa, contra o São Paulo, pelo Brasileirão.

Veja, (após a publicidade) grupos de WhatsApp para participar.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies