fbpx

Jornalista colorado cita demissões e saída de Tardelli: “Se é no Inter, vira guerra”

Os dias no Grêmio têm sido agitados nesta semana. Após demitir sete funcionários mesmo em meio à pré-temporada, o clube anunciou nesta quinta-feira a rescisão de contrato com o atacante Diego Tardelli, sem informar os valores envolvidos no acordo com o jogador.

No Twitter, o jornalista colorado Fabiano Baldasso avaliou que, se esses acontecimentos fossem no Inter, a imprensa já teria tornado a vida do clube em uma “guerra”.

“Demissões em massa e rescisão milionária. Se é no Inter começa a terceira guerra mundial na imprensa”, publicou.

Na quarta-feira, o Grêmio confirmou as demissões do preparador físico Rogério Dias, do preparador de goleiros Rogério Godoy, do assessor de imprensa João Paulo Fontoura, da nutricionista Katiuce Borges, do fisioterapeuta Henrique Valente e dos fisiologistas José Leandro e Rafael Gobbato.

Já Diego Tardelli queria deixar o clube. Em entrevista recente à Rádio Gre-Nal, o presidente tricolor Romildo Bolzan Jr havia dito que o atacante queria sair e pediu “mais de uma vez” para deixar o Grêmio, onde estava insatisfeito.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Se estiver lotado, tente o outro.
Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies