Marchezan nega que decisões tenham sido tomadas por ser gremista: “Pensamento medíocre”

Prefeito repercutiu a liberação dos jogos em entrevista concedida à Rádio Gre-Nal nesta sexta

Em entrevista à Rádio Gre-Nal na tarde desta sexta-feira, o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan, explicou o posicionamento em liberar os jogos de futebol na cidade já para este domingo – Inter x Esportivo se enfrentam no Beira-Rio às 16h e Grêmio x Novo Hamburgo jogam na Arena, 19h.

O prefeito deixou claro se tratar de um “teste”. Ele não bancou a liberação definitiva para a final do returno do Gauchão na outra quarta e, por consequência, para o início do Brasileirão no outro fim de semana.

“É um momento simbólico. Estamos liberando um dia, para dois jogos dos dois maiores clubes de Porto Alegre. Embora possa parecer uma mensagem equivocada, estamos buscando a dupla Gre-Nal para passar uma mensagem mais forte ainda. A liberação é apenas para domingo, para que a gente possa trabalhar para que sejam jogos de sucesso, assim como foram no interior, sem aglomerações e com união da família, assistindo em suas casas”, reforçou.

Gremista assumido, Marchezan descartou completamente a tese de que poderia, de alguma forma, ter tomado decisões para beneficiar alguma equipe em específico.

“No momento da decisão eu não tinha noção onde seriam os jogos. Não sabia se seria Arena ou Beira-Rio. Seria um motivo medíocre, quase uma ofensa alguém imaginar que eu pensaria nisso para tomar essa decisão”, completou.

Caso a dupla Gre-Nal avance, a final do returno na quarta-feira será na Arena. Isso porque o Grêmio tem campanha melhor que o Inter somando apenas o returno do Gauchão.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Top 2

1 De 13
Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies