Medeiros diz que não vai exercer cargo em 2021 e lamenta processo político: “O mais preparado foi tirado”

Presidente colorado participou de evento nesta segunda-feira e falou sobre a política do clube

Em participação no evento de lançamento de uma série sobre o clássico Gre-Nal, o presidente colorado Marcelo Medeiros falou sobre o processo político vivido pelo Inter e lamentou a ausência do seu vice eleito, Alexandre Chaves Barcellos, de um dos possíveis candidatos ao pleito.

Barcellos, recentemente, anunciou a desistência do pleito por conta de riscos jurídicos envolvendo a candidatura de atuais membros da gestão. Para Medeiros, ele era o mais preparado:

“A pessoa mais preparada foi tirada do processo, e isso é uma pena. Quem perde é o Inter”, disse Medeiros.

O atual mandatário, segundo reportagem publicada por GaúchaZH, garante que não pretende exercer cargo ou participar da direção de 2021. Ele ocupa o posto desde janeiro de 2017.

A nova eleição do Inter está marcada para o dia 25 de novembro. A data limite para inscrição de chapas é no dia 25 de outubro, com o segundo turno sendo em 18 de dezembro. Guinther Spode (MIG), José Aquino (Independente) e Alessandro Barcellos (Academia/Convergencia/I9) serão os candidatos.

 

Veja (após a publicidade) grupos de WhatsApp para participar.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies