Melo diz que Libertadores é obrigação, mas Lomba vê desrespeito aos rivais

Duas entrevistas recentes no Inter indicaram que o discurso sobre a classificação à Libertadores de 2020 não está muito bem alinhado. Após o Gre-Nal, vencido pelo Grêmio por 2×0 na Arena, o vice de futebol Roberto Melo colocou a vaga como “obrigação”; em coletiva nesta segunda, Marcelo Lomba não concordou.

“Não podemos ficar um jogo sem chutar a gol, seja contra o Grêmio ou contra qualquer clube. O tom de cobrança existe sempre. A obrigação é de todos. Não especificamente com jogadores, comissão técnica. A gente precisa reagir, precisamos buscar os pontos que nos faltam para a classificação. Precisamos reagir, faltam oito jogos e todos temos compromisso de levar o Inter à Libertadores”, destacou Melo.

Reveja um trecho da entrevista:

Já o goleiro Marcelo Lomba, na coletiva de imprensa em que pediu desculpas pela entrada violenta em Luciano, não falou em “obrigação” e entendeu que seria um desrespeito aos outros adversários no Brasileirão.

“Tudo que a gente mais quer é colocar o Inter na Libertadores. Mas eu falar que é ‘obrigação’ é desrespeitar todas as outras equipes do campeonato”.

A próxima partida do Inter é diante do Ceará, na quinta-feira, às 19h30. Hoje, o time de Zé Ricardo é o 7º no Brasileirão, com 46 pontos.

Enquete:

Quem tem mais chances de terminar o campeonato dentro do G6?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
Comentários
Loading...

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies

Política de privacidade e cookies