Renato cita o “mais incrível” jogador que já comandou e confirma que foi melhor que CR7: “Queria vê-lo jogando aqui”

Técnico do Grêmio manteve uma divertida conversa com o jornalista do Grupo RBS, Duda Garbi

Dentre tantos jogadores que já comandou ao longo de quase 20 anos como treinador, seja no Grêmio ou nos outros clubes, Renato Portaluppi não encontra um nome mais “incrível” que Romário, que foi seu atacante no Vasco da Gama entre 2005 e 2006. Ao jornalista Duda Garbi, do Grupo RBS, o atual comandante gremista encheu o “Baixinho” de elogios.

E, além disso, revelou que teve participação na continuidade da carreira de Romário por mais alguns anos. Em 2005, segundo Renato, o lendário atacante já estava decidido a largar a bola:

“Mais incrível é o Romário. Em 2005, que ele queria encerrar a carreira, mas a gente tirou ele do vestiário e eu e o Alexandre (auxiliar) transformamos ele no artilheiro do Brasileirão com 40 anos”, contou Renato ao “Santaninha”, personagem de Garbi inspirado em Paulo Sant’Ana.

E Cristiano Ronaldo?

Como já fez incontáveis vezes, Renato reafirmou ter sido mais jogador que o português Cristiano Ronaldo, atualmente na Juventus. Em tom de “desafio”, o treinador sugeriu uma vinda de CR7 ao Brasil para jogar com salários atrasados e sem o conforto da Europa:

“Eu joguei mais que ele. Sabe por que eu falo isso? Claro que ele é um jogador excepcional e é um dos três melhores do mundo atualmente. E eu falo pros meus jogadores o seguinte: eu queria ver ele jogando nos clubes que eu joguei no Brasil com quatro, cinco meses de salário atrasado, e eu jogando lá naquele Real Madrid com o salário dele”, colocou.

Confira a entrevista de Renato:

Veja (após a publicidade) grupos de WhatsApp para participar.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies