Renato cita “parabéns” da direção, atualiza caso de Jean Pyerre e manda outro recado a Gaciba

Confira mais detalhes da coletiva de imprensa do treinador do Grêmio na noite desta quarta

A fundamental vitória do Grêmio de 3×1 sobre o Botafogo na Arena, na noite desta quarta-feira, gerando um alívio ao tricolor dentro do Brasileirão, foi o pano de fundo da coletiva de imprensa do técnico Renato Portaluppi, que falou de vários temas como por exemplo possíveis reforços ao plantel.

VEJA MAIS – Confira os gols de Grêmio 3×1 Botafogo na Arena

Prudente, o técnico revelou até ter recebido um “parabéns” do presidente Romildo Bolzan Jr por não exigir a chegada de “qualquer jogador”, mas de algum nome que possa fazer a diferença no time:

“Eu troco bastante ideias e falo o que penso para o presidente. Nós não estamos parados. Não vou avalizar um jogador que vai chegar aqui e não vai nos ajudar. O presidente me deu parabéns esses dias por pensar assim, porque ele e a direção pensam da mesma forma, ótimo. Eu sou gremista acima de tudo. A gente não vai contratar qualquer um só para dar satisfação. O torcedor pode ficar tranquilo, que vamos tentar trazer um jogador para nos ajudar. Um jogador que a gente tenha dúvida se vai ajudar, a gente não vai trazer não”, frisou Renato.

Até o dia 9 de novembro, a janela de transferências para jogadores do exterior seguirá aberta.

PLANOS PARA JEAN PYERRE

Jean Pyerre, enfim recuperado de lesão muscular e do coronavírus, não deixou o banco durante o jogo desta quarta, mas está nos planos para as próximas partidas.

“A gente está recuperando o Jean (Pyerre), ele não se encontra 100% ainda. O Jean, a minha intenção era colocar alguns minutos hoje, mas infelizmente perdemos o Diego (Souza). Colocar o Jean hoje seria perigoso. Vamos ver para a próxima partida”, declarou Renato.

NOVO RECADO A GACIBA

Após se irritar na derrota para o Santos de 2×1, quando questionou a ausência da checagem do VAR em um possível pênalti ao Grêmio, Renato voltou a mandar recado para Leonardo Gaciba, presidente da Comissão Nacional de Arbitragem da CBF:

“O lance contra o Santos não me desceu, não. Estou só esperando um lance igual. Eu quero estar em um programa ao vivo e ver alguém dizendo que aquilo não foi pênalti. Como que o VAR não chama o árbitro para aquele lance? É o juiz que tem que decidir. O árbitro do jogo tem que ver o VAR. O Gaciba tem que explicar porque um lance desses o VAR não chama o juiz. Gaciba, isto é uma crítica construtiva para o futebol brasileiro”, encerrou.

Satisfeito pela vitória, agora com 20 pontos ganhos e momentaneamente em 10° no Brasileirão, o Grêmio volta a campo no sábado, 21h, contra o São Paulo, fora de casa.

Grupos WhatsApp: Apenas para receber as últimas notícias do zona mista

Comentários
Loading...

Utilizamos cookies. Ao continuar acessando este site você estará concordando com as políticas de privacidade. Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies